quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Reconhecer as imagens-personagens

Eu sei que é difícil para uma consciência tridimensional compreender como as imagens-personagens atuam no sonho de cada partícula do que Eu Sou. Procure me acompanhar... então.
Imagine um imenso disco de vinil. Agora imagine este disco como a base que sustenta o enredo que você criou para o seu sonho quando estava em dimensões superiores, antes de se recolher a uma consciência tridimensional. Ele funcionaria como um hardware, o ambiente tridimensional, por onde o software, o enredo do seu sonho, rodaria. Neste imenso disco estão diversas trilhas por onde você roda o sonho e, eventualmente, várias faixas que representariam mudanças significativas na trajetória do seu sonho.
Procure agora imaginar bilhões de discos de vinil sobrepostos em uma imensa pilha. Cada disco representa o enredo das partículas do que Eu Sou.
No âmbito de uma consciência tridimensional, cada disco daquela pilha permanece intocável, ou seja, não há uma comunicação entre os discos. O que existe são enredos se desenrolando simultaneamente.
Vou explicar melhor...
No enredo do seu sonho, você escolheu “conviver” com inúmeras imagens-personagens. Cada partícula do que Eu Sou fez o mesmo.
No interior do seu disco, ou seja, no seu sonho, cada partícula do que Eu Sou é uma imagem-personagem. Como você é imagem-personagem para o disco de cada uma delas, compreende? Por isso... Você, sem perceber, elabora um grande monólogo com o intuito de conversar consigo mesmo no interior do seu sonho. Apesar da aparente polifonia da paisagem que você recebe como vida. Em seu disco, todo o em torno acompanha o sonho... como forma de você experimentar o enredo que escolheu.
O interessante da Matemática Divina é que você é uma partícula e imagens-personagens para outras partículas simultaneamente. Uma rede interativa e ininterrupta, ainda que cada disco permaneça intocado durante o Grande Sonho.
À medida que aprende a despertar, mudam as condições da pilha de discos.
Cada partícula desperta do que Eu Sou cria pontos de tangência com os discos de outras partículas despertas. As tangências correspondem à sincronicidade, isto é, aos eventos sincrônicos. E toda tangência acontece na 5ª Dimensão. Isto é possível porque apesar de estarem numa pilha, na 5ª Dimensão os discos se interpenetram. Isto corresponderia a dizer que, em tal dimensão, não se aplica a lei da física tridimensional de que “dois corpos não podem ocupar o mesmo lugar no espaço simultaneamente”. Afinal, cada partícula desperta integra o Corpo de Luz com expressão própria.
Tudo isso é maravilhoso, não?
Esta é a grande possibilidade disponível a você, Querido!
E, veja... Enquanto habita a 3ª Dimensão!
Se você permanecer atento... desperto dentro do seu sonho...Vai pouco a pouco aprendendo a transitar entre as imagens e as partículas. Vai pouco a pouco diferenciando os dois ambientes. Se, inicialmente, sentir algum desconforto, chegará um momento em que achará tudo muito divertido!
E, lembre-se:
Quanto mais você acolher, iluminar e liberar as trilhas que compõem o seu sonho na 3ª Dimensão, mais você habitará na 5ª Dimensão... onde, de fato, escolhe o que é real.
A partir daí, a 3ª Dimensão será como um ambiente de “visitas” porque há muito Serviço a realizar.
(continua...)
 Adriana Casanova, Manual para um Monólogo Amoroso