terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Cinco minutos com Deus # 3 Esperança não é deixar-se esperar...

 "A esperança é a última a morrer"; quantas vezes terás ouvido esta frase e talvez tu mesmo a tenhas dito!
Não é desacertada, mas pode ser mal entendida e, por isso, converter-se num anestesiante das forças do espírito. 
Esperar e deixar-se ficar; esperar... e aguardar passivamente; esperar ... e adormecer; esperar... e enganar-se...
Tudo isto não passa de diferentes formas de cobardia, de inação, de preguiça, são formas com que encobrimos os nossos estados anímicos pouco confessáveis à nossa própria consciência. 
Pelo contrário, trabalhar com perseverança, esforçar-se com intrepidez, reflectir seriamente em ordem à ação, confiar em si mesmo e confiar em Deus, esperar que o nosso esforço pessoal pode triunfar e que para tal Deus nos ajudará, isto é verdadeiramente "esperança". 
A esperança não pode inibir, não pode alienar, pelo contrário, a esperança abre asas e impulsiona para a ação. 

Alfonso Milagro

A mensagem de hoje põe-nos mesmo a pensar até que ponto poderemos utilizar uma falsa esperança como reduto da nossa desmotivação e inércia face a algumas situações da vida. Veja bem a diferença, pois esperança é vida, é sonho vivo que desperta a fé em nós próprios e põe  a vida a seguir em frente, uma força imparável que nos faz acreditar que somos capazes. 

Beijinhos sonhadores!

ISA