sábado, 6 de abril de 2013

Ter o que quero ...

Porque é que ter o que quero está a demorar tanto tempo?

Não é porque não o quer o suficiente .
Não é porque não é suficientemente inteligente.
Não é porque não o mereça.
Não é porque o destino esteja contra si.
Não é porque uma outra pessoa já ganhara o seu prémio.

A razão pela qual ainda não obteve o que deseja prende-se com a facto de se estar a aprisionar num padrão de clausura vibracional que não se coaduna com a vibração que deseja. Está é a única razão, ponto final! Outra coisa importante para compreender é que, se parar e pensar, ou, principalmente, se parar e sentir, identificará as suas mais profundas discórdias.
Portanto, agora a única coisa que precisa de fazer é libertar suave e gradualmente, casa a caso - os seus pensamentos resistentes, que são os únicos factores proibitivos em questão. O seu alívio em ascensão será o indicador de que está a libertar a resistência, tal como os seus sentimentos de tensão, zanga, frustração, etc., têm sido indicadores do seu aumento a nível das resistências.

Esther e Jerry Hicks, do livro "Pedir e Receber"

Queridos amigos!
Esta questão dos indicadores do nível de resistência e  de alívio tem muito que se lhe diga. Quem poderá dizer que nunca sentiu emoções de tensão, zanga e não conseguiu libertar-se delas por mais que lhe trouxessem sofrimentos uma e outra vez? Pois pela minha parte vos digo que a viagem do autoconhecimento proporciona milagres. Leva-nos para a dor ma libertar-nos de vez da escravidão do padrão dos pensamentos resistentes.


Excelente fim de semana, só com boa energia e pensamentos positivos.

Beijinhos vibracionais!

Isa  do blogue viverossonhos3