terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Onde pára a motivação para viver?

Corro, luto, fujo, fico, permaneço intacto. Porquê?
Movimento-me em círculo e, não avanço na certeza da mudança.
O que resta então?
Medo e mais medo tolhe o meu ser.
Quero e exijo a libertação total deste medo. 
Eu sou forte, eu sou criativo...
eu sou saudável, eu sou belo, eu sou independente...
Eu sou capaz de alcançar tudo o que pretendo para a minha vida.
A energia de Jesus é uma dádiva.
Eu tenho o amor dentro de mim.
Eu sou Amor e por negar o que sou na essência do meu ser, é que fico doente.
Procuro a Luz, e encontro o remédio. 


I.M. 7-7-2012