terça-feira, 6 de novembro de 2012

Renascer...




















Angústia sufocante...
Corre nas veias a queimar!
A vida em Renascimento
A criança a aprender a Amar.

Na natureza tudo nos sorri...
Na natureza humana tudo se altera!
Nas estações da vida me perdi...
Nas estações da Natureza me revi.

O latir dos cães, o chilrear dos passarinhos...
O sopro do vento, o silêncio dentro de mim
Amortece a minha alma...
no universo sem fim.

A fuga de mim próprio...
causa dor infinita!
A busca da Paz interior
aterra-me no sofrimento.
A luz do "Senhor" Universo
Provoca em mim contentamento  
transforma solidão em paixão,
desespero em amor...
ilusão em realidade!

I.M.